Profissional | Ginecologista Obstetra

Ricardo Santos, infertilidade e Medicina da Reprodução
Ricardo Santos, Ginecologista e Obstetra, dedicado a Medicina da Reprodução e fertilidade

Formação

Licenciado em Medicina pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), Universidade do Porto

Mestre em Informática Médica, pelas Faculdades de Medicina (FMUP) e Ciências (FCUP) da Universidade do Porto

Doutorado em Investigação Clínica e Serviços de Saúde pela Faculdade de Medicina (FMUP) da Universidade do Porto

Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (Ordem dos Médicos)

Atividade profissional

Hospital Senhora da Oliveira, Guimarães (HSOG):

Ginecologista Obstetra, dedicado à procriação medicamente assistida (PMA – infertilidade/fertilidade) no centro de PMA (CPMA)

Adjunto da Direção Clínica

Monitor da prescrição médica

Ferticare, Braga (Ferticare)

Ginecologista Obstetra, dedicado à procriação medicamente assistida infertilidade/fertilidade

Escola de Medicina, Universidade de Braga (ECS)

Tutor do 6º ano de Medicina, Ginecologia e Obstetrícia

Coordenador Ginecologia (HSOG) Residência de Saúde Materno Infantil 4º ano

Faculdade de Medicina da Universidade do Porto(FMUP)

Docente do Mestrado de Informática Médica – Medicina e Sistemas de Saúde

Assistente convidado a 20% do Mestrado Integrado em Medicina  (2008-2015) – Bioestatística, Informática e Decisão em Saúde

Publicações

Sousa-Santos, R. F., Miguelote, R. F., Cruz-Correia, R. J., Santos, C. C., & Bernardes, J. F. M. A. L. Development of a birthweight standard and comparison with currently used standards. What is a 10th centile? European Journal of Obstetrics and Gynecology and Reproductive Biology, 206, 184-193. doi:10.1016/j.ejogrb.2016.09.028

Sousa-Santos, R. F., Dinis-Ribeiro, M., Santos, C. M., Cruz-Correia, R., & Bernardes, J. (2015). Different standards in growth centiles for fetuses and newborns: A survey in Europe. Acta Obstet Ginecol Port, 9(3), 214-220. pdf

Santos, R., Santos, C., Bernardes, J., & Cruz-Correia, R. (2011). Fetal growth and birth weight: the need for clinical decision support software. Paper presented at the 14th World Congress on Controversies in Obstetrics, Gynecology & Infertility, Paris. pdf

Santos, R., Mendes-Castro, A., Alves, M., Miguelote, R., Cruz-Correia, R., Costa-Pereira, A., & Bernardes, J. (2015). Gestational age and fetal growth assessment amongst general practitioners. Acta Obstet Ginecol Port, 9(1), 9-14. pdf

Sousa-Santos, R. F., Mendes-Castro, A., Ferreira, D., Miguelote, R. F., Cruz-Correia, R. J., & Bernardes, J. F. M. A. L. (2014). Gestational age and fetal growth assessment among obstetricians. The Journal of Maternal-Fetal & Neonatal Medicine, 28(17), 2034-2039. doi:10.3109/14767058.2014.974541

Santos, R. F. S., Rosmaninho, A., & Furtado, J. M. M. (2012).Validade da estimativa ecográica do peso fetal, realizada por um interno de especialidade, na população Portuguesa. Acta Obstet Ginecol Port, 6(1), 4-8. pdf

Sousa-Santos, R., Coelho, D., & Oliveira, P. (2012). 1st trimester incidental abdominopelvic mass: Ganglioneuroma in pregnancy. Journal of Obstetrics and Gynaecology, 32(3), 307-309. doi:doi:10.3109/01443615.2011.647733

Santos, R. F., Miguelote, R. F., Coelho, D. M., Andrade, A. M., Santos, C. M., Bernardes, J. F., & Cruz-Correia, R. J. (2011). Validade das tabelas de peso fetal clássicas para a população Portuguesa. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia: Revista da Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, 33(4), 164-169. doi:S0100-72032011000400003